ARTIGOS MAIS LIDOS:
Daqui em diante, você encontrará muitos outros artigos sobre psicologia. A finalidade da Psicoterapia é entender o que está ocorrendo com o cliente, para ajudá-lo a viver melhor, sem sofrimentos emocionais, afetivos ou mentais. Aqui você encontrará respostas sobre a PSICOTERAPIA - para que serve e por que todos deveriam fazê-la. Enfim, você encontrará nesses artigos,informações sobre A PSICOLOGIA DO COTIDIANO DE NOSSAS VIDAS.

UM MODELO COMPORTAMENTAL PARA O CRESCIMENTO PESSOAL

Adaptado de texto de Carl Rogers

Uma Crescente Abertura à Experiência
Qual foi a última vez que você:
· Participou de um novo jogo ou esporte?
· Mudou de idéia sobre um tema importante (político, pessoal ou profissional)?
· Experimentou um novo hobby ou artesanato?
· Fez um curso sobre uma nova área de interesse?
· Estudou uma nova língua ou cultura?
· Passou 15 minutos ou mais prestando atenção às sensações do seu corpo (relaxamento, tensão, sensualidade)?
· Ouviu por 15 minutos ou mais, um ponto de vista religioso, político, profissional ou pessoal do qual você discorda?
· Provou uma comida diferente, sentiu um cheiro novo ou ouviu um novo som?
· Permitiu a si mesmo chorar, ou dizer “Você é muito importante para mim!”, ou rir até as lágrimas? Ou gritar, com a potência máxima de seus pulmões? Ou admitiu que teve medo?
· Assistiu ao nascer ou ao por do sol? Ao vôo de um pássaro ao sabor do vento? Ou ao desabrochar de uma flor?
· Viajou para um lugar desconhecido?
· Fez uma nova amizade? Ou cultivou uma velha amizade?
· Passou uma hora ou mais, realmente comunicando-se (ouvindo ativamente e respondendo com sinceridade) a uma pessoa de “background” cultural ou racial diferente do seu?
· Fez uma “viagem fantástica”, permitindo à sua imaginação “voar”, por uma hora ou mais?

Uma Crescente Vivência Existencial
Qual foi a última vez que você:
· Fez algo que teve vontade, no momento, sem pensar nas conseqüências?
· Parou para “ouvir” o que se passava dentro de você?
· Expressou espontaneamente um sentimento - raiva, alegria, medo, tristeza, carinho - sem “pensar nisso”?
· Fez o que queria, no lugar que achava que “devia” fazer?
· Se permitiu gastar tempo e dinheiro “na hora”, em vez de poupar para amanhã?
· Comprou algo que queria impulsivamente?
· Fez algo que ninguém (inclusive você) esperava que você fizesse?

Uma Crescente Confiança no Próprio OrganismoQual foi a última vez que você:
· Fez o que parecia certo a você, contra o conselho dos outros?
· Se permitiu experimentar criativamente novas abordagens a velhos problemas?
· Expressou uma opinião impopular assertivamente, na frente da oposição majoritária?
· Usou seu próprio intelecto para descobrir a solução de um problema difícil?
· Tomou uma decisão e trabalhou nela imediatamente?
· Reconheceu, por suas próprias ações, que pode dirigir a própria vida?
· Deu importância a si mesmo(a) a ponto de fazer um exame médico geral (no último ano)?
· Contou aos outros sua filosofia de vida ou crença religiosa?
· Assumiu uma posição de liderança em sua profissão ou em uma organização ou em sua comunidade?
· Afirmou seus sentimentos quando foi tratado(a) injustamente?
· Arriscou a compartilhar seus sentimentos pessoais com outra pessoa?
· Desenhou ou construiu algo por você mesmo?
· Admitiu que estava errado?

ESTABELEÇA O SEU COMPROMISSO CONSIGO MESMO· O que realmente quero mudar? (seja preciso)
· Que vantagens pretendo obter com atitudes e hábitos de trabalho diferentes?
· O que especificamente preciso fazer para atingir minhas metas?
· Como os outros podem saber que mudei?
· Que dificuldades externas devo esperar? Como eliminá-las?
· Em que prazo quero avaliar meus resultados?

Use computador para ver todo o conteúdo do blog.

Um abraço,

Psicólogo Paulo Cesar
Psicoterapeuta de adolescentes, adultos, casais e gestantes. Psicólogo de linha humanista com acentuada orientação junguiana e budista. Consultório próximo ao Shopping Metrô Santa Cruz. Atendimento de segunda-feira aos sábados. Marque uma consulta pelos fones 11.5081-6202 e 94111-3637 ou pelos links www.psicologopaulocesar.com.br ou www.blogdopsicologo.com.br  

Nenhum comentário:

Postar um comentário