A FINALIDADE DA PSICOTERAPIA É ENTENDER O QUE ESTÁ OCORRENDO COM O PACIENTE, PARA AJUDÁ-LO A VIVER MELHOR, SEM SOFRIMENTOS EMOCIONAIS, AFETIVOS OU MENTAIS. NESTE BLOG, HÁ DIVERSOS ARTIGOS SOBRE A PSICOTERAPIA - PARA QUE SERVE E POR QUE TODOS DEVERIAM FAZÊ-LA. NESSES ARTIGOS, VOCÊ VAI LER SOBRE A PSICOLOGIA DO COTIDIANO DE NOSSAS VIDAS.

terça-feira, 18 de julho de 2017

A VIDA COM QUEM TEM TRANSTORNO BIPOLAR

Manter um relacionamento romântico, seja namoro ou casamento, tem grandes chances de se tornar algo complicado, mas, se o relacionamento for com uma pessoa portadora de transtorno bipolar, essa experiência pode se comparar a um passeio de fortes emoções numa montanha russa, típico de relações ainda mais desafiadoras.

O transtorno bipolar é um tipo de patologia mental grave. A vida daqueles que sofrem com isso é extremamente impactada por esse quadro. Enquanto outros distúrbios, como depressão e ansiedade, podem funcionar em ciclos ou ondas, o transtorno bipolar exige uma atenção e manejo constante e vigilante, sendo sua marca registrada, o contínuo desequilíbrio de humor.

A pessoa pode passar de um estado deprimido a uma alegria intensa ou muita excitação, ou pode experimentar outras mudanças de humor que afetam a sua capacidade de funcionar adequadamente. Essas pessoas muitas vezes têm dificuldade para dormir, não sendo incomum que fiquem de dois a três dias em vigília porque a mente e o corpo simplesmente não os deixam dormir.

Como esses sintomas afetam os entes queridos de quem é “Bipolar”? Isso é um pouco complicado. Os pais, irmãos, amigos, cônjuges, namorados(as) e colegas de trabalho percebem que esses indivíduos passam da depressão para a alegria maníaca, porém poucos percebem e entendem de imediato o que está acontecendo. Somente aos poucos, as pessoas do relacionamento desses pacientes vêem a realidade e começam a entender que eles não podem esperar que a pessoa sempre seja constante. Acabam sabendo que o humor e o comportamento podem mudar significativamente.

A situação é mais difícil quando os entes queridos não sabem qual é o problema. Ver a mudança de humor de alguém pode ser muito confuso. Os entes queridos não entendem como a desordem funciona, mas, ao mesmo tempo, ficam se perguntando por que a pessoa muda tanto. Pois saiba que se o humor de alguém mudar muito mais do que o seu, provavelmente eles têm um transtorno de humor. Assim como a depressão é um exemplo de um transtorno do humor, o transtorno bipolar é outro.

Se os entes queridos vivem na mesma casa da pessoa com transtorno bipolar, a situação se torna especialmente difícil. A razão é que o indivíduo “bipolar” passa por grandes transformações de humor e ele próprio se sente sobrecarregado com isso, a ponto de, com frequência, ter a perda de controle como resultado. Esta mudança de humor muitas vezes desaba sobre os outros, logo, dá prá imagina como fica o humor de todos no ambiente doméstico. As pessoas podem se ver andando sobre ovos, com todo o cuidado possível, apenas porque nunca sabem o que esperar da reação do parente / amigo “bipolar”.

Um outro aspecto é quando o “bipolar” entra num ciclo maníaco (caracterizado por muita energia e excitação pessoal), a incapacidade de dormir pode atrapalhar toda a casa. Se você dividir a cama com uma pessoa assim, poderá acordar às 4 da manhã e se perguntar onde ela está!. Pode ser que você fique aborrecido por pensar que ela ou ele, por três noites seguidas, foi incapaz de se deitar na cama e dormir com você. Por outro lado, se você não dividir a cama com o “bipolar”, ele pode estar fazendo tanto barulho no meio da noite que acaba mantendo os outros da casa acordados.

Em geral, amar alguém com transtorno bipolar gera medo e ansiedade e, por isso, é recomendável procurar ajuda de um amigo que tenha tido um relacionamento com pessoa com transtorno bipolar, ou encontrar um psicoterapeuta com quem você possa discutir como isso afeta a sua vida. Embora você possa acreditar que está bem e que faz o melhor na situação, falar as coisas pode ajudar a reduzir sua própria frustração e ansiedade.

Use computador para ver todo o conteúdo do blog.

Um abraço,

Psicólogo Paulo Cesar

Psicoterapeuta de adolescentes, adultos, casais e gestantes. Psicólogo de linha humanista com acentuada orientação junguiana e budista. Consultório próximo ao Shopping Metrô Santa Cruz. Atendimento de segunda-feira aos sábados. Marque uma consulta pelos fones 11.5081-6202 e 94111-3637 ou pelos links www.psicologopaulocesar.com.br ou www.blogdopsicologo.com.br  


Nenhum comentário:

Postar um comentário